— Zé sabe a vida? — O que tem ela? — Ela é confusa — Bobagem, ela é simples. È só sorrir. Daquele dia em diante sorriu pro padeiro, pros amigos, pra família, pros amores, pra tristeza e todos que viessem e fossem embora. Porque naquele dia havia aprendido uma valiosa lição: Que a vida não se trata de ser feliz, mas de fazer os outros felizes.